Brasil é o décimo melhor mercado de E-commerce do mundo

post
Brasil é o décimo melhor mercado de E-commerce do mundo

O Brasil é o único país da América Latina que figura entre os 10 melhores mercados mundiais do E-commerce. De acordo com as últimas estimativas de vendas no varejo online e offline em todo o mundo segundo o eMarketer. Apesar da previsão de crescimento de dois dígitos para as vendas no E-commerce do Brasil até 2018, espera-se que o país permaneça no 10º lugar, logo atrás da Rússia.

Neste período, o total de vendas do Varejo deverá superar meio trilhão de dólares por ano no Brasil, e a internet será responsável por um pouco menos de 5% do total. A estimativa de vendas do Varejo e do Comércio Eletrônico feita pela eMarketer exclui compras de produtos e serviços relacionados à viagens. O crescimento de dois dígitos nas vendas do E-commerce no varejo brasileiro deverá continuar por vários anos, mas já diminui significativamente se comparado aos números expressivos de 2013 e 2014 (28% e 22% respectivamente).

A empresa americana destaca ainda o ranking das vendas por categoria divulgado pela E-bit no último relatório WebShoppers. A liderança é de Moda & Acessórios com um share transacional de 18% das transações de comércio eletrônico no varejo brasileiro em 2014. A segunda maior parcela veio de Cosméticos, Perfumaria & Saúde (16%), em seguida, Eletrodomésticos (11%), Livros/Assinaturas & Revistas (8% ), Telefonia & Celulares (7%), Informática (7%), Casa & Decoração (6%), Eletrônicos (6%), Esporte & Lazer (5%) e Brinquedos & Games (2%).

Em julho de 2014, quando a AT Kearney entrevistou usuários de internet no Brasil que tinha feito uma compra durante os três meses anteriores, verificou-se que 86% haviam comprado pela internet durante esse período. Moda & Vestuário (75%) e Livros (75%) empataram como categoria mais popular, seguido por Eletrodomésticos (70%), Serviços (70%), Ingressos (65%), Música & Games (62%), Produtos de beleza (59%), Esportes & Lazer (49%) e Casa & Decoração (48%).