Se ninguém quer ler propaganda, como fazer Marketing?

post

INBOUND MARKETING

 

Você está começando a estruturar sua empresa e quer destacar-se profissionalmente no mercado. Precisa pensar no público que quer atingir e de que forma irá lidar com ele. Por onde irá se comunicar? O que pretende oferecer de tão incrível que fará você sobressair dentre tantos outros médicos? Como atrair seu público?

 

NINGUÉM LÊ PROPAGANDA.

AS PESSOAS LÊEM O QUE ELAS QUEREM LER, E AS VEZES É UMA PROPAGANDA.

HOWARD LUCK GOSSAGE, 1969

Essas sempre foram questões motoras para a estruturação de estratégias e criação de campanhas. Com o passar do tempo, a evolução da sociedade mostra que é necessária uma comunicação direta e precisa com o cliente, atraindo quem realmente está interessado na sua marca.

O formato tradicional de marketing, Outbound Marketing ou marketing de ações offline, custa caro e é impreciso e trabalhoso na avaliação dos seus resultados junto ao seu público alvo. No entanto, o Inbound Marketing, formato relativamente novo no mundo do marketing, torna-se a cada dia mais indispensável.

Essa estratégia passa pela criação e compartilhamento de conteúdos relevantes voltados para um público exclusivo, utilizando táticas de marketing online. O consumidor está cada vez mais seletivo e não aceita imposições. Aqueles velhos hábitos imperativos que usávamos no antigo marketing já não servem. Ele não quer mais interrupções. É atraído muito mais pelo o que a marca cria e divulga, do por aquele formato tradicional em que os produtos e serviços são “empurrados” para ele.
É nesse quadro que o Inbound Marketing se destaca. Não é invasivo e consegue ser mais seletivo na hora de impactar seu público, deixando o canal de diálogo muito mais aberto. Torna-se útil para o consumidor. Permite identificar com precisão quem está interessado nos produtos e conteúdos, quem é o público alvo e como satisfazê-lo. E isso aumenta significantemente suas chances de conversão e criação de um relacionamento que pode ser duradouro.

Segundo o funcionamento tático do Inbound Marketing, após ganhar a atenção dos clientes em potencial, o consumidor deve ser atraído espontaneamente para o seu site graças a essa geração de conteúdos considerada valiosa pelas pessoas. Será , então, o seu site o grande responsável pelas taxas de conversão desse público em leads. Essa resposta dependerá, principalmente, do quanto ele está otimizado para atrair um acesso qualificado e o quanto ele corresponde às reais necessidades do usuário.

Para conseguirmos medir essa taxa de conversão, é preciso que a retaguarda do seu site seja configurada para tal. Você precisa estratificá-lo definindo metas específicas para cada atividade, segmentando os visitantes que o acessam até alcançarem o patamar de serem contabilizados. Através do preenchimento de formulários, por exemplo, você determina pesos de acordo com as importâncias de cada meta até converter aquele visitante em lead. Um erro comumente cometido é generalizar todas as metas do site em uma única conversão.

Quando se trata de empresas, independentemente do modelo de negócios B2B ou B2C, o Inbound Marketing é elemento decisivo na construção e consolidação da marca. A captura de mais leads qualificados para vendas se torna um objetivo tangível, e a incerteza de retorno característica do Outbound Marketing, deixa de existir.

Continuar investindo no marketing tradicional é uma escolha arriscada, opte por estratégias mais seguras e menos onerosas. O Inbound Marketing custa 62% menos que o Outbound Marketing e, o ROI (retorno sobre investimento) médio produzido através de estratégias de Inbound Marketing é de 275%. Dados indicam que 67% das companhias B2C e 41% das companhias B2B adquiriram um cliente através do Facebook, e as companhias que utilizam blogs, têm 97% mais links para seus sites.

As vantagens do marketing digital sob a estratégia do Inbound Marketing não param de crescer e se mostrarem extremamente valiosas e necessárias. O melhor caminho para a boa saúde da empresa continua sendo garantir uma estrutura financeira e operacional voltada para as oportunidades de negócios com gastos reduzidos e melhores condições de retorno. Lembre-se que 67% do processo de compra é feito online, possibilidades é que não faltam!

O que você está esperando para reestruturar sua antiga estratégia de marketing e conquistar novos horizontes no mundo digital?