Website: a presença básica da internet

post
Website: a presença básica da internet

Considerado obrigatório, websites e blogs desempenham importante papel para as marcas. Em época onde a multiplicação de conteúdos acontece de forma veloz, é preciso estar calçado, ou seja, ter um repositório oficial de informações onde o discurso seja coerente com o posicionamento da marca.

É através do endereço eletrônico que usuários encontrarão as companhias, portanto, ele funciona como uma espécie de escritório virtual que concentra os melhores e mais importantes dados da sua empresa.

Conheça os 6 motivos que tornam os websites obrigatórios:

  1. É através dele que as informações serão reconhecidas e indexadas pelo Google;
  2. Sem um site, a estratégia de SEO (link para post) fica inviável. É preciso ter um lugar fixo e de fácil atualização, para que os motores de busca realizem o ranqueamento dos conteúdos;
  3. Websites permitem o controle da informação, o que blinda a marca de possíveis crises de redes sociais;
  4. Sites e blogs funcionam como ponto central para onde todas as ações são direcionadas. Isso vale para campanhas off-line, como as embalagens de produtos, e on-line, como compra de Ads.;
  5. Páginas da internet garantem a exposição mínima necessária nos meios digitais. Hoje, elas são parte do pacote básico da presença digital;
  6. Cada uma das páginas é passível de análise, indicando assim, quais são os conteúdos mais acessados, o número médio de visitas, o tempo despendido, entre outras informações importantes para tomada de decisão.

Os sites, para atenderem às demandas, precisam ser responsivos!

Atualmente, mais da metade da população está conectada e o aumento se deve ao número da inclusão digital através de aparelhos móveis. Isso significa que, se o seu site não estiver preparado, você perderá o clique para um concorrente que tenha páginas desenvolvidas para toda e qualquer tela (responsivo).

Nós valorizamos a autonomia.

Os sites desenvolvidos pela Idea Shake usam plataformas consolidadas no mercado, como por exemplo, o WordPress. Isso significa que o cliente terá acesso à ferramenta publicadora na qual terá autonomia para ajustar e mudar conteúdos quando e onde quiser. Ou seja, a empresa não fica presa à agência, o que é ótimo para pequenos negócios que não contam com verba de manutenção.